Estúdio QualiVidaEstúdio QualiVida

Facebook Instagram
Espaço Saúde Espaço Pilates Espaço Bem-Estar Avaliação Corporal

Dicas de SaúdeDicas de Saúde

Benefícios do exercício na gravidez

No período gestacional existem três zonas do corpo que são particularmente afetadas e transformadas: os músculos abdominais, os músculos responsáveis pela manutenção da postura da e os músculos pélvicos.
 
A única certeza que se tem é a de que nós, profissionais que vamos trabalhar com gestantes, devemos proporcionar a elas uma atividade física agradável e segura, respeitando a individualidade e, principalmente, obedecendo a regras básicas de bom senso (Barros, 1999).
Precisa-se ter em mente o processo que acontece durante a gestação e que provoca profundas alterações metabólicas e hormonais, modificando respostas às atividades físicas (Barros, 1999)
 
O importante é conseguir manter a linha, dentro dos limites do possível, através de exercício físico equilibrado e adequado para a sua situação. O exercício físico proporcionar-lhe-á uma redução substancial das dores das costas, permitindo a formação de um melhor visual e aparência. A zona pélvica abdominal fica muito mais fortalecida e flexível, com a frequência da realização de exercício de períneo e estabilizadores transversos desta região. Os hábitos posturais devem ser mantidos, e toda a zona interveniente no momento do parto deve estar bem preparada. Daí que, o exercício seja importante para que toda a região esteja já bastante flexível.
 
Encontrar e estabelecer o equilíbrio, bem como a sintonia entre as diferentes zonas, é fundamental. As posições a que estava habituada antigamente não as vai conseguir manter, e o exercício físico ajuda a encontrar novas posições de conforto. Mas, e para tal acontecer, é preciso que o corpo esteja preparado para isso, com os respectivos momentos de ginástica. O corpo deixa de estar tão preso, os músculos soltam-se mais e pode evitar a tensão corporal típica desta altura.
 
A respiração é igualmente treinada com exercício físico, fortalecendo a sua resistência e a maneira corporal correta. Todos os músculos, as vias respiratórias e restantes zonas do corpo devem estar em sintonia total, para que o equilíbrio seja pleno e sem problemas de maior. O exercício físico deve ser pensado como uma necessidade, à qual todas as grávidas devem recorrer, e como uma forma de preparação para o parto enriquecendo os tecidos musculares e a zona pélvica.
 
Segundo Artal (1999), a partir das pesquisas relacionando gravidez e atividade física, podemos citar os principais benefícios biológicos do exercício durante a gravidez, tais como:
 
- Menor ganho de peso e adiposidade materna
- Diminuição do risco de diabetes
- Diminuição de complicações obstétricas
- Ausência de diferenças significativas em idade gestacional, duração do parto, peso ao nascimento, tipo de parto e complicações maternas e fetais.
- Menor risco de parto prematuro
- Menor duração da fase ativa do parto
- Menor hospitalização - Diminuição na incidência de cesárea
- Melhora na capacidade física
- Melhora auto-imagem
- Melhora da auto-estima
- Melhora da sensação de bem estar
- Diminuição da sensação de isolamento social
- Diminuição da ansiedade e do stress
- Diminuição do risco de depressão pós parto.
                                                                                   
Fausto Gomes Rocha
Graduado em Educação Física (UFRJ)
Pós graduado em Grupos Especiais (UGF-RJ)
Proprietário do Estúdio QualiVida

Veja TambémVeja Também

Home | O Estúdio | Dicas de saúde | Parceiros | Unidades | Contato


Horário de Funcionamento

Funcionamento: Das 7h as 21h