Estúdio QualiVidaEstúdio QualiVida

Facebook
Espaço Saúde Espaço Pilates Espaço Bem-Estar Avaliação Corporal

Dicas de SaúdeDicas de Saúde

Aplicação do Pilates na Corrida

O Pilates para praticantes de corrida é um assunto que a cada dia ganha mais espaço na mídia especializada, com mais “receitas“ de exercícios que aparecem nas publicações com o intuito de informar e incentivar a pratica do método Pilates, exaltando seus benefícios.

Para compreender de fato os benefícios de uma prática, não basta apenas ver os resultados no artista ou atleta conhecido, no amigo mais próximo, muito menos entregar-se sem questionamento aos apelos rápidos da sequência de exercícios do mês da revista favorita.

É importante experimentar com responsabilidade, entregando-se com consciência a um profissional comprovadamente capacitado e não por um ou dois meses, levado pela proximidade da competição ou pelo apelo da moda.

Equivoca-se quem pensa que Pilates para corredores vem apenas como complemento aos treinos, como substituto ao alongamento ou à musculação.

O método Pilates, fundamentado pelo seu criador nos princípios da fisiologia e biomecânica, numa época em que não existia a fisioterapia como a conhecemos hoje, questionou e revolucionou os conceitos da ginástica tradicional de tal forma que foi considerado 50 anos à frente de sua época.

Médicos relutaram em aceitar os benefícios incontestáveis da prática e, até hoje, muita desinformação circula entre os meios médicos e acadêmicos a respeito da prática.

Conceitos esses que estão sendo assimilados como grandes novidades contemporâneas quando na ginástica tradicional se orienta para o uso do CORE (que nada mais é do que o principio do fortalecimento do centro de Força preconizado por Pilates na década de 30) ou até mesmo na recém “bola da vez” ginástica funcional (que trás conceitos e princípios de treinamento utilizado há muitos anos por técnicos e preparadores físicos de atletas, que agora foram reeditados para os movimentos do dia-a-dia no condicionamento físico de não atletas).

Nada contra essa tendência, muito pelo contrário, finalmente o treinamento tradicional se rende aos princípios mais orgânicos e inteligentes.

Mas não se pode desconsiderar o fato de que a prática de Pilates vai além do treinamento do atleta, pois considera o corpo humano a resultante de uma combinação de experiências emocionais, sociais, intelectuais e espirituais, nas diversas camadas do homem. E, nesse sentido, atua de forma muito diferente do treino já realizado pelo corredor para a aquisição do condicionamento e da técnica especifica para vencer seus desafios de tempo e distancia.

A busca pela saúde, e não apenas pelo desempenho, não se adquire em uma temporada de treinos ou apenas no momento de competição.

Pilates para corredores não se aplica somente na obtenção de uma melhor performance, pelo reequilíbrio muscular, economia de movimentos, pelo aumento da capacidade e controle respiratório, pelo alinhamento das articulações, relaxamento consciente de tensões e pelo fortalecimento e estabilização da musculatura do tronco, tornando-o forte e flexível. Tão pouco através de exercícios que buscam a recuperação de lesões ou a melhora do desempenho, exercitando grupos musculares ou ações específicas.

Ele faz tudo isso e muito mais. A prática de Pilates trás de volta ao corpo a fluidez do movimento natural, harmônico e espontâneo do ser humano.

O comprometimento com o conhecimento do próprio corpo, o respeito aos seus limites, o gosto pelo desafio e a reorganização de padrões inadequados que já não nos servem , exigem de nós muito mais do que apenas tempo e suor. Convida-nos para uma atitude de eterna auto-observação e mudança por toda a vida.

Isso é Pilates!

por Cristina Abrami é educadora física e diretora técnica do CGPA Pilates

Veja TambémVeja Também

Home | O Estúdio | Dicas de saúde | Parceiros | Unidades | Contato


Horário de Funcionamento

Funcionamento: Das 7h as 21h